Varsóvia

Por Marie Melo

 

  • Destino: Varsóvia
  • País: Polônia
  • Ano de Fundação: 1410
  • Moeda: Zloty
  • Idioma Oficial: Polaco
  • Religião Predominante: Católica
  • Regime de Governo: Democracia
  • Feriados oficiais:
    1º de Janeiro – Ano Novo
    24° de Abril – Páscoa
    01° de Maio – Dia do Trabalho
    03° de Maio – Dia da Constituição Polonêsa
    12° de Junho – Pentecostes
    23° de Junho – Corpus Christi
    15° de Agosto – Assunção de Maria
    01° de Novembro – Dia de Todos os Santos
    11° de Novembro – Dia da Independência Polonesa
    25° de Dezembro – Natal
    Número de Habitantes: 1.716.855
  • Número de Aeroportos: 1
  • Aeroporto: Okecie (WAW)
  • Companhias que voam para o destino: Air France (AF), Britsh (BA)
  • Principais Pontos Turísticos:

Castelo Real de Varsóvia
Castelo de Ujazdów

  • Temperatura Média:
  • Verão 20°C
    Inverno: 7°C
  • História: A Polônia foi povoada por eslavos no século I da Era Cristã. Em 966, um dos chefes tribais, o Duque Mieszko I, estabelece seu poder sobre a região, aceita o batismo católico e torna-se o primeiro rei da Polônia.
    Entre os anos 1038 e 1039 eclodem insurreições contra os príncipes e a nova religião. O enfraquecimento do governo possibilita a conquista do território pela Ordem dos Cavaleiros Teutônicos, só derrotada na Batalha de Grünwald, em 1410.
    A exportação de excedentes agrícolas fortalece o regime de servidão e a aristocracia latifundiária. A dinastia hereditária é então substituída por uma Monarquia na qual o rei é escolhido pelo Sejm, assembleia da aristocracia. A instabilidade daí resultante torna-se pretexto para intervenções dos países vizinhos.
    Na segunda metade do século XVII, os suecos invadem o país. Contra eles unem-se austríacos, russos e dinamarqueses. As lutas que se seguem arruínam a Polônia e matam um terço da população.
    No final do século XVIII, um amplo movimento por reformas resulta na adoção de nova Constituição, abrindo o Sejm à burguesia comercial e reinstalando a Monarquia hereditária.
    A aristocracia reage e apela para a intervenção de tropas russas e prussianas. Os revolucionários são esmagados entre 1772 a 1795 – quando se realiza a partilha da Polônia entre Rússia, Prússia e Áustria. O país só ressurge como Estado independente em 1918.
    Em 1926, o marechal Josef Pilsudski instala uma ditadura. Em 1939, no início da II Guerra Mundial, a Alemanha invade o país pelo oeste e as tropas soviéticas ocupam a porção leste.
    Na região dominada pelos nazistas, que inclui a cidade de Varsóvia, a enorme comunidade judaica é dizimada.
    Quando os alemães são derrotados, em 1945, a URSS impõe sua hegemonia: apesar de independente, a Polônia torna-se satélite soviético.
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Destinos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s