Poços de Caldas

Por Lana Carla Budukievicz e Aline Costa

  • Destino: Poços de Caldas
  • País: Brasil
  • Estado: Minas Gerais
  • Ano de Fundação: 1872
  • Moeda: Real
  • Idioma Oficial: Português
  • Religião Predominante: Católica
  • Regime de Governo: Democracia
  • Feriados Oficiais:
    01º de Janeiro – Confraternização Universal
    21º de Abril – Tiradentes
    22º de Abril – Sexta Feira Santa 
    01º de Maio – Dia do Trabalho
    13° de Maio – São Benedito
    23º de Junho – Corpus Christi
    07º de Setembro – Independência do Brasil
    12º de Outubro – Nossa Senhora Aparecida
    02º de Novembro – Dia de Finados
    06º de Novembro – Aniversário de Poços de Caldas
    15º de Novembro – Proclamação da República
    25º de Dezembro – Natal
  • Número de Habitantes:  152.496
  • Número de Aeroportos: 1
  • Aeroporto: Embaixador Walther Moreira Salles (POO)
  • Principais Pontos Turísticos:

Recanto Japonês
 Cachoeira Véu das Noivas
Teleférico
Cristo Redentor
Fonte dos Amores
Relógio Floral
Cascata das Antas
Repressa Bortolã
Fonte das Rosas

  • Temperatura média:
    Inverno: 15°C
    Verão: 21°C
  • Fuso horário em relação a Brasília: 0 Hora
  • História: A história de Poços de Caldas tem seu início na descoberta das suas fontes e nascentes de água a 45 graus centígrados na área que passou a ser conhecida como Campos de Caldas, no final do século XVIII, por Bandeirantes que vinham em busca de ouro e pedras preciosas. Como não foram ali encontrados ouro nem pedras preciosas, tal parte do território ficou desabitada até a época da decadência da mineração de ouro, atividade que foi sendo substituída pela agropastoril. No começo do século XIX, a fama das virtudes terapêuticas das caldas foi superando o medo provocado pelas crendices.                                         
    A fama do poder curativo das águas se espalhou rapidamente, fazendo com que um grande número de pessoas, na maioria doentes, enfrentassem diversas dificuldades para chegar às fontes devido a inexistência de um povoado e as dificuldades de acesso ao local.
    Desde o início do século XIX, o local das águas e região adjacente estava sob administração de Caldas (nome que vem do latim “calidu” que significa “águas quentes”). A fama das águas continuava crescendo, mas nada ainda havia sido feito para receber os visitantes.
    Para usufruir dos banhos sulfurosos, um dos freqüentadores das fontes foi o fazendeiro José Bernardes da Costa Junqueira que, encontrando excelentes pastagens, acabou por requerer do Governo Imperial uma sesmaria, a qual foi dividida entre os seus quatro filhos.
    Em 1826, foi elaborada uma primeira planta do local, indicando nascentes de fontes, ranchos erguidos para enfermos, cemitério e área para construção de um hospital e de algumas casas.
    Pouco depois, Joaquim Bernardes da Costa Junqueira um dos filhos de José Bernardes da Costa Junqueira, adquiriu dos outros irmãos toda a propriedade e fundou a Fazenda do Barreiro, dedicando-se à criação de gado e dando início a um povoado que seria o núcleo da futura cidade de Poços de Caldas (barreiro era a designação dada, em Minas Gerais, para fontes perenes de águas minerais). Enquanto isso, o número de visitantes aos poços de águas termais aumentava. Em 6 de Novembro do ano de 1872, a Família Junqueira doa uma área de 96 hectares de suas terras para o estado, depois que o Senador Dr. Joaquim Floriano de Godoy, interessado pelas águas, manda desapropriar os lotes ao redor das fontes, indenizando os proprietários. Estava assim inicializado o nascimento de Poços de Caldas. Em 1889, a cidade foi desmembrada do distrito de Caldas e elevada à categoria de vila e município.
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Destinos

2 Respostas para “Poços de Caldas

  1. Katheirne Zavagnison

    Conheci lá,é realmente muito lindooo….pessoas super amáveis,e realmente lugares de se arrepiar,principalmente o VÉU DAS NOIVAS …

  2. muito bom…
    deixo aqui essa msg para quem nunca foi..
    é um otimo local para passeá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s