Continental Airlines

Por Heleny Santos

  • Nome: Continental Airlines
  • Origem: Estados Unidos
  • Ano de Fundação: 1934
  • Número de Aeronaves: 600
  • Aeronaves:
    Boeing 737-300
    Boeing 737-500
    Boeing 737-800
    Boeing 737-900ER
    Boeing 737-700
    Boeing 757-200
    Boeing 767-400ER
    Boeing 777-200ER
  • Aliança: StarAlliance
  • Programa de Milhagem: OnePass
  • Número de Funcionários: 42.210
  • Faturamento: U$$ 15,2 bilhões (2009)
  • Destinos Operados: 283. Os Principais São: Tokyo (NRT), Pequim (PEK), Cancun (CUN), Mumbai (BOM), Tel Aviv (TLV), Washington (WAS), Vancouver (YVR), Paris (CDG), Nassau (NAS), Milão (MXP).
  • Classes de Serviço:
    Executiva
    Econômica
  • Hubs:  Houston (IAH), New York (NYC), Cleveland (CLE), Guam (GUM)
  • Site:  www.continental.com
  • Histórico: A companhia aérea começou suas atividades com o nome de Varney Speed Lines, fundada por Walter T. Varney e seu sócio Louis Mueller, inaugurando vôos de passageiros e transporte postal em 15 de julho de 1934, através de uma rota de 850 km da cidade de Pueblo no estado do Colorado para El Paso no Texas.
    Em julho de 1936, 40% da nova empresa foi vendida para Robert F. Six, que dirigiu a companhia aérea por mais de 40 anos. Somente no dia 1 de julho de 1937, a empresa adotou o nome de Continental Airlines. Durante a Segunda Guerra Mundial, a Continental Airlines construiu o Centro de Modificações de Denver, onde modificava aeronaves modelos B-17 Flying Fortresses e B-29 Super Fortresses para servir ao esforço de guerra americano.
    No dia 10 de dezembro de 1953, a companhia aérea assinou um contrato de fusão com a Pioneer Airlines, acrescentando 16 novas cidades do Texas e do Novo México ao seu crescente mapa de rotas. Suas origens regionais começaram a mudar em 1957, quando inaugurou vôos entre as cidades de Los Angeles e Chicago, com escalas em Denver e Kansas City, inaugurando o serviço “Gold Carpet Service”
    Na década seguinte, o mapa de rotas da Continental Airlines sofreu um crescimento significativo como em agosto de 1976, quando a C.A.B. concedeu rotas entre Saipan e pontos do Japão para a Air Micronesia. Mas, para a Continental Airlines, a expansão mais significativa foi a aprovação de uma nova rota de Los Angeles para Nova Zelândia e Austrália pelo presidente Jimmy Carter em 1977. Em 1978, com a desregulamentação das empresas aéreas em 1978, teve início um período de turbulência que durou mais de uma década para a companhia aérea.
    No final da década, em 20 de novembro de 1998, a Continental Airlines e a Northwest Airlines realizaram o anúncio formal de sua aliança para aumentar a concorrência e melhorar as opções de viagem para os usuários. Os principais benefícios para os usuários incluíam rotas domésticas e internacionais em code-share em 28 vôos internacionais semanais entre os Estados Unidos e o Japão e 21 vôos semanais para Singapura, Bangkok, Tailândia e Seul na Coréia; reciprocidade dos programas de milhagem; e compartilhamento de salas nos aeroportos.
    Em meados de 2004, a Continental se juntou à SkyTeam, a aliança de empresas aéreas com crescimento mais rápido do mundo, que alinhava 9 transportadoras internacionais e oferecia 14.320 partidas diárias para mais de 650 destinos. No ano seguinte, se tornou a primeira empresa aérea de passageiros dos Estados Unidos a iniciar vôos para a China continental em aproximadamente 20 anos, ao inaugurar seu novo serviço diário partindo do seu hub de Nova York, o Aeroporto Internacional Newark Liberty, para Pequim.
    Atualmente a Continental Airlines opera uma frota completa de aeronaves Boeing moderna e eficiente. Em maio de 2010, a empresa anunciou uma fusão com a United Airlines, criando a maior empresa aérea do mundo se considerada a relação entre o número de passageiros e milhas percorridas. A nova companhia aérea manterá o nome United Airlines, terá sua sede na cidade de Chicago e transportará 144 milhões de passageiros para 370 cidades em todo o mundo.
  • Você Sabia?
    Em 2009, pelo sexto ano consecutivo, a Continental Ailines foi nomeada pela revista Fortune a “Companhia Aérea mais Admirada do Mundo”.
    A Continental foi a primeira grande companhia aérea norte-americana a realizar um teste de vôo usando bicombustível sustentável.
    A Continental Airlines serve mais destinos internacionais do que qualquer outra companhia aérea americana e continua a ganhar prêmios pelo seu serviço de excelência. 
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Companhias Aéreas Internacionais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s